Diabetes cansa

sleep-531205_960_720Injeções diárias, medições de glicemia, gerenciamento da hipo, da hiper, fadiga, cansaço, irritabilidade, contagem de carboidratos, erros e acertos, sobe e desce, números e expectativas. De repente fico estável, no dia seguinte, nem tanto.

Diabetes cansa. Acho que às vezes temos medo de admitir esse fato porquê queremos manter o diabetes pequeno, menor do que realmente é. Olhar para o tamanho dele e o espaço que realmente ocupa em nossas vidas, mentes e corações pode ser um tanto assustador. Talvez por isso ouço tanta gente que tem diabetes dizer que o diabetes “não é nada”. Certamente ele não é tudo, mas nada também não é.

A tentativa de minimizar o impacto que o diabetes tem em nossas vidas é bem intencionada, mas certamente não ajuda. Reconhecer que o diabetes cansa, que ele às vezes ocupa um espaço maior do que gostaríamos, e que tem dias que estamos sem forças; nos ajuda, de forma paradoxa, a recuperar essas forças para seguirmos em frente e vivermos bem, continuarmos sem desistir, nos tornando melhores e mais fortes. Porque as vezes o que a gente mais precisa é apenas reconhecer que está difícil, acolhermos nossos sentimentos, para  assim podermos seguir.

Porém, quando fazemos o movimento inverso de ignorar o peso e o espaço que o diabetes ocupa em nossas vidas, e em especial, os sentimentos que vem com isso, vamos abafando tanto tudo isso dentro da gente e então essas questões aparecem de outras formas, seja através de uma depressão inesperada, ou com outras doenças físicas que através da somatização emocional podem se instalar também.

Negar nossos sentimentos é algo que nos aprisiona, vivenciá-los é algo que nos liberta. Diabetes cansa. Permita-se reconhecer isso e siga em frente.

2 comentários em “Diabetes cansa

  1. Meu filho tem doze anos, faz prática de esportes porém a hemoglobina não tá legal, estou muito triste. É acompanhado por nutricionista e o mesmo não segue os conselhos. Diz q sente muita fome e tem como desculpa q tá em fase de crescimento, até entendo, porém hiperglicemia causa fome . Me ajude! Como faço pra mudar a opinião dele??? É dm1 desde 04

    Curtir

    1. Olá Lindomar, a fase de crescimento pode ser mesmo mais desafiadora para o gerenciamento do diabetes. Outras questões como o emocional e os hormônios entram em jogo então acredito que seja esse mesmo o caminho que estão seguindo de formar um time de cuidados e trabalhar em equipe com nutricionista, médico, e outras pessoas se necessário. ele conhece outras pessoas com diabetes? Para mim essa parte é a mais importante e fundamental para o tratamento. Também poode ser que ele precise de algum apoiio emoicional/psiológico, mas uma coisa de cada vez. Pense em formas para que ele tenha acesso a outros diabéticos como ele, porexmplo existem associações como a ADJ, acampamentos, e grupos. Tem a “academia dos novos diabéticos” que é um grupo de whatasapp, se tiver interesse posso te passar o contato. Abraços e boa sorte!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s